Livraria Cultura




    A depressão apresenta um conjunto específico de sintomas e comportamentos discrimináveis que a diferenciam de outras neuroses: insônia ou sono demais, apatia, falta ou aumento de apetite, falta de concentração, desânimo.

    O diagnóstico da depressão é particularmente importante, em vista da complicação letal que é quase especificamente próprio dessa síndrome: o suicídio.

    Normalmente, os deprimidos procuram ajuda por não mais sentirem amor pelos membros de sua família ou por terem perdido o gosto pela vida. As vezes, os deprimidos pode vivenciar apatia, mas não consegue ter consciência de sua tristeza.

    A vergonha do paciente acerca de seus sentimentos cobre uma vasta gama de atitudes investidas de emoção: a redução de sua habilidade para expressar amor ou mesmo para vivencia-lo, sua irritação, especialmente face àqueles que são importantes e sua ansiedade sempre presente.

    Acima de tudo, os pacientes sentem vergonha quando sua tristeza parece excessiva ou inadequada à sua situação de vida.

    Esses tópicos de reações envergonham tanto o deprimido que ele quase nunca se sente livre para falar, exceto no contexto da terapia, se o terapeuta consegue estabelecer um "rapport" com ele e também se mostre sensível a esse conjunto particular de reações "vergonhosas" "abrir-se" é algo que alivia o paciente do esforço de suprimir ou esconder seus sentimentos. A aceitação, pelo terapeuta, dos sentimentos e atitudes negativistas do paciente provavelmente reduz os sentimentos de culpa e a autoflajelação.

    Sintomas Alvos da Depressão:
     Sintomas Objetivos:

Tristeza
Em geral, o paciente está sofrendo dessa dor psíquica numa ocasião em que sua tolerância e sua capacidade para lidar com qualquer tipo de sofrimento estão em nível baixo.

Culpa
O sentimento de culpa relaciona-se com frequencia a seu mecanismo de assumir uma parcela irreal de responsabilidade pelo comportamento de terceiros.

Vergonha
Se origina de sua crença de estar sendo julgado como infantil, fraco, tolo ou inferior.
     Sintomas Motivacionais:

A perda da motivação nas situações mais simples é com frequencia um dos sintomas principais da depressão. O paciente não encontra estímulo interno para realizar tarefas. O paciente se acha incapaz de realizar a tarefa ou que não derivará nenhuma satisfação ao faze-la.

Aumento da Dependência
A ajuda frequente de parentes e amigos lhe traz um alívio temporário, porém, tende a reforçar sua dependência e baixa-estima.
     Sintomas Cognitivos:

Pensamentos Absolutistas (Tudo ou Nada)
As pessoas deprimidas tendem a perceber as consequencias negativas como irreversíveis.

Dificuldades de Concentração e Memória
O sujeito é incapaz de recapitular informações por não se concentrar no material a ser aprendido. Cabe ao terapeuta assegurar que a falta de concentração e memória são sintomas da depressão.

Passividade, Evitação e Inércia
A passividade e a inatividade observada na depressão tem sido encaradas como uma forma de inibição neurológica e retardamento psicomotor. Nesse momento, o terapeuta deve intervir com programações e projetos de atividades.

Defict nas Aptidões Sociais
Muitas vezes os pacientes relatam que possuiam círculos de amizades, mas mesmo após a depressão, tem dificuldades de formar ou retormar os vínculos.
     Sintomas Fisiológicos:

Distúrbios do Sono
Esses problemas incluem dificuldades de adormecer, sono agitado, e o despertar cedo demais pela manhã. Em geral, o paciente recupera seu sono normal depois que a depressão se esvai. O tratamento usual é o relaxamento, visualização de uma cena agradável, respiração profunda.

Distúrbios do Apetite e Sexuais
A perda do apetite e do interesse sexual são manifestações da perda generalizada de prazer do paciente em quaisquer atividades. A depressão se esvai e o apetite por alimento e sexo habitualmente retorna.
    Quer saber mais sobre o assunto ?
    Então preencha o formulário abaixo e pressione o botão ENVIAR DADOS.
    Caso deseje agendar uma consulta, ligue para (21) 3685-3684.

Nome Completo
Profissão
Idade
Cidade
Email *
Duvidas/Esclarecimentos *

* Informações Necessárias


Página Principal

© 2004/2014 www.terapia.psc.br